quarta-feira, 12 de outubro de 2016

RIOPREVIDÊNCIA QUER GASTAR R$ 5,1 MILHÕES COM SEGURANÇAS - TCE SUSPENDE PREGÃO

FALIDO - SISTEMA DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO FALIU DIANTE DA MÁ GESTÃO, MAS PARECE QUE NÃO ENTENDERAM QUE É PRECISO "ECONOMIZAR".


A matéria é da Agência Brasil
TCE-RJ adia licitação da Rioprevidência e pede esclarecimentos
11/10/2016 

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) decidiu hoje (11) adiar o pregão eletrônico do Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro (Rioprevidência), que seria na próxima segunda-feira (17) até que o diretor-presidente do fundo, Reges Moisés dos Santos, dê mais informações sobre o processo licitatório. O pregão eletrônico foi aberto para contratação de vigilância armada e desarmada nas instalações da Rioprevidência.

A decisão do TCE-RJ foi tomada após os conselheiros, em sessão plenária, seguirem o voto do conselheiro relator José Maurício Nolasco. O Tribunal também requisitou que a Rioprevidência providencie uma pesquisa ampliada de mercado para reduzir o custo da contratação do serviço, avaliado em R$ 5,31 milhões.

O tribunal considerou o preço acima dos limites considerados aceitáveis, uma vez que dispõe de dados em que a prestação de serviços semelhantes pode ser feito pela metade do valor estimado no edital do Rioprevidência. De acordo com o TCE-RJ há casos de contratação no valor de R$ 2,58 milhões e de R$ 2,22 milhões. O TCE-RJ pediu ainda informações sobre os números do CNPJ de todas as empresas que fizeram cotação.

O Rioprevidência informou que vai prestar todas as informações solicitadas pelo TCE, o quanto antes, no que se refere ao pregão eletrônico para contratação de segurança. A autarquia informou que o valor se refere a 21 postos de segurança, entre diurnos e noturnos, e o Tribunal só levou em consideração 11 postos diurnos e, por isso, obteve valores inferiores na prestação do serviço. Os postos noturnos, segundo o órgão, têm serviços com valores mais elevados.

Rio de Janeiro
Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

CALOTE OLÍMPICO - COMITÊ OLÍMPICO RIO 2016 NÃO PAGA EMPRESA DE LIMPEZA...

...EMPRESA DE LIMPEZA NÃO PAGA SEUS FUNCIONÁRIOS...
...QUE SUJEIRA !

UM PROTESTO feito por funcionários da EMPRESA Sunplus, que foi uma das contratadas pelo Comitê Olímpico para prestar serviços de limpeza durante a Olimpíada e a Paralimpíada, movimentou o dia em frente a sede do Comitê Rio 2016, localizado na Cidade Nova - Centro do Rio de Janeiro. 

200 funcionários aproximadamente, alguns com BALDES, VASSOURAS e LATAS DE LIXO, denunciaram a SUJEIRA que é a falta de pagamento de seus salários. O pessoal ralou para deixar tudo limpinho, mas na hora do DIN DIN...CALOTE.

De acordo com a gerência da Empresa Sunplus, os funcionários tem razão em reclamar, pois, de fato a empresa NÃO PAGOU OS SALÁRIOS, mas, eles explicam que, NÃO PAGARAM por NÃO TER RECEBIDO do Comitê Olímpico, que não repassou a verba, tendo uma dívida com a SUNPLUS de aproximadamente R$ 6 MILHÕES. 

O COMITÊ OLÍMPICO reconhece a dívida, acha normal dever, não considera nada absurdo e dia que vai pagar até a próxima sexta-feira.

MEDALHA DE OURO para tanta cara de PAU.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

RENAN CALHEIROS VAI A JULGAMENTO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

PRESIDENTE DO SENADO SERÁ FINALMENTE JULGADO APÓS 13 ANOS DE TRAMITAÇÃO DA DENÚNCIA DE QUE USOU UM LOBISTA PARA PAGAR PENSÃO DE UMA FILHA FORA DO CASAMENTO.


Fachin libera denúncia contra Renan Calheiros para julgamento



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin liberou hoje (4) para votação pelo plenário da Corte denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). 

Agora cabe à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, determinar a data da análise da ação.

Segundo o inquérito que tramita no STF desde 2003, Renan teria usado o lobista de uma empreiteira para pagar pensão a uma filha que teve fora do casamento. O peemedebista também é acusado de ter adulterado documentos para justificar os pagamentos. 

Renan nega as acusações.

sábado, 1 de outubro de 2016

GUERRA URBANA NO RIO DE JANEIRO - VÉSPERA DE ELEIÇÃO VIOLENTA NO RIO COMPRIDO, CATUMBI, SANTA TEREZA E ESTÁCIO

INTENSO TIROTEIO É TRAVADO ENTRE QUADRILHAS RIVAIS E TAMBÉM COM POLICIAIS DAS UPPs E HOMENS DO COMANDO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS
Motoristas tentam fugir do local.

Apesar do reforço no policiamento, os homens de diversos BATALHÕES da PM não conseguiram colocar fim nos  tiroteios entre traficantes, que acontecem em três morros próximos a Santa Tereza e no Catumbi, BAIRROS próximos ao CENTRO DA CIDADE da capital do Estado do Rio.

A GUERRA URBANA que ocorre na região, teve início na noite de ontem, e se estende até agora - sábado, dia 1º. de outubro.

Segundo a POLÍCIA MILITAR informou através do comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), nas favelas da Coroa, Fallet e Fogueteiro, criminosos de três FACÇÕES RIVAIS se enfrentam em violento confronto dentro das comunidades disputando o controle do tráfico de drogas na região.

Diante da intervenção da Polícia, os traficantes atacaram também os policiais.

Algumas prisões foram feitas e armas de guerra apreendidas. O clima de muito medo e insegurança. Ruas estão interditadas e as autoridades recomendam a população que evite transitar pela região. O grande problema é que o VIADUTO PAULO DE FRONTIN, dá acesso ao TÚNEL REBOUÇAS, ligaçao entre as ZONAS NORTE, CENTRO E SUL DA CIDADE.

Não se tem notícia de vítimas, mas a s autoridades temem que ao final do confronto, e assim que a área estiver sob controle do ESTADO, corpos possam ser encontrados. 

OS MORADORES da região estão acuados e todos temem que agora à noite ocorra nova ONDA de tiros e lançamento de granadas.

REVISTA ACUSA DILMA ROUSSEFF DE TER "FURADO" A FILA DA APOSENTADORIA NO INSS

ASSESSORIA DA EX-PRESIDENTE NEGA, E SOLTA DURA NOTA ACUSANDO AS ORGANIZAÇÕES GLOBO DE MENTIR E DE PROMOVER IMPLACÁVEL PERSEGUIÇÃO

A REVISTA ÉPOCA divulgou matéria em que acusa a ex-presidente Dilma de ter furado a fila de aposentadorias no INSS. A REVISTA insinua ainda que há movimentações incomuns no cadastro de Dilma Rousseff, feitos por servidores do INSS.

O atual governo determinou a apuração do caso e afastou todos os servidores do Instituto que tiveram participação no processo / andamento - do pedido de aposentadoria.

Segundo a revista: Dilma furou fila do INSS para se aposentar um dia depois do impeachment - A revista diz ainda que:  O tempo médio de espera para que um cidadão consiga uma data para requerer aposentadoria em uma agência da Previdência é de 74 dias, segundo informações do INSS – 115 dias no Distrito Federal, onde o pedido de Dilma foi feito. Não há rastro de agendamento no sistema do INSSpara que Dilma (ou alguém com uma procuração em seu nome) fosse atendida naquele 1º de setembro ou em qualquer outra data. O tratamento dispensado a Dilma foi, portanto, apenas um episódio de privilégio, obtido por meio de atalhos proporcionados por influência no governo.

A assessoria da ex-presidente divulgou a seguinte nota, que a Revista Época não publicou: 


“ A respeito do texto noticioso “Aposentadoria a jato”, publicado por Época neste sábado, 1º de Outubro, a Assessoria de Imprensa de Dilma Rousseff esclarece:

1) Diferentemente do que insinua a revista Época, ao dar um tom escandaloso para o pedido de aposentadoria de Dilma Rousseff, não houve qualquer tipo de concessão ou tratamento privilegiado à ex-presidenta da República.

2) O texto publicado por Época dá ares de farsa à aposentadoria de Dilma ao insinuar que a ficha cadastral dela teria sido adulterada de maneira suspeita, dentro de uma agência do INSS, ainda no ano passado. Isso é um desrespeito à ex-presidenta, cuja honestidade nem mesmo seus adversários questionam.

3) Todas as alterações feitas no cadastro tiveram como objetivo comprovar os vínculos empregatícios da ex-presidenta ao longo dos últimos 40 anos como funcionária pública. Auditoria do INSS poderá constatar que não houve quaisquer irregularidades.

4) A regra para aposentadoria exige no mínimo 85 pontos para ser concedida à mulher, na soma da idade mais tempo de contribuição. Dilma Rousseff atingiu 108 pontos, pelo fato de ter contribuído por 40 anos como servidora pública e chegado aos 68 anos de idade.

5) Diante disso, ela decidiu aposentar-se e recorreu, por meio de procuração a pessoa de sua confiança, a uma agência do INSS a fim de entrar com o pedido. O ex-ministro Carlos Gabas acompanhou.

6) Infelizmente, o jornalismo de guerra adotado pelas Organizações Globo e seus veículos demonstra que a perseguição a Dilma Rousseff prosseguirá como estratégia de assassinato de reputação, tendo como armas a calúnia e a difamação.

7) A verdade irá prevalecer contra mais esta etapa da campanha sórdida movida por parte da imprensa golpista contra Dilma Rousseff.

8) Os advogados de Dilma Rousseff avaliam os procedimentos jurídicos a serem adotados contra Época, seu editor-chefe e o repórter para reparar injustiças e danos à sua imagem pública.”

PMDB É O LÍDER EM FICHAS SUJAS - CANDIDATOS BARRADOS E OUTROS AINDA NA DISPUTA ELEITORAL

LEI DA FICHA LIMPA NÃO CONSEGUE BARRAR TODOS OS FICHAS SUJAS

Impressiona ver a quantidade de CANDIDATOS, que mesmo com sérias DEMANDAS JUDICIAIS, alguns já condenados e outros reincidentes em serem apontados como corruptos, continuam procurando chegar ao mundo da política.
O PMDB tem o espantoso número de 306 candidatos que foram considerados fichas sujas, sendo que destes, 213 entraram com recurso, e continuam na disputa.
Veja os candidatos que tiveram a candidatura indeferida:
PARTIDOQUANTIDADE
PMDB93
PSDB63
PSD50
PR46
PSB45
PP44
PDT43
PT42
DEM35
PTB33
PRB30
PV29
PPS23
PC do B22
PTN21
SDD21
PROS20
PEN19
PHS18
PMN18
PSDC18
PSL18
PSC16
PRTB11
PPL10
PRP9
PTC9
PMB8
PSOL8
PT do B8
REDE2
Veja os candidatos que foram barrados, mas seguem na disputa com recurso:
PARTIDOQUANTIDADE
PMDB213
PSDB146
PSD134
PP111
PDT105
PTB97
PR95
PSB93
DEM69
PT66
PPS62
PSC53
PMN37
PROS37
PCdoB35
PRB35
SD35
PV30
PEN29
PRP23
PTC23
PHS19
PTdoB19
PTN18
PMB17
PRTB13
PSL12
PSDC10
PPL8
PSOL7
REDE7